Instagram

[fts instagram instagram_id=440231794 super_gallery=yes image_size=125px icon_size=65px space_between_photos=1px hide_date_likes_comments=no center_container=no image_stack_animation=no type=user]

Oleaginosas na dieta funciona?

By Luana Barbosa 5 anos agoNo Comments

foto

As oleaginosas são excelentes fontes de ácidos graxos mono-insaturados e poli-insaturados, proteínas e baixo teor de carboidratos e gordura saturada, o consumo está associado a prevenção de doenças crônicas devido seu perfil de macro- micronutrientes, assim como seu teor de compostos bioativos. Além disso, promove uma alimentação nutricionalmente mais completa.

A dificuldade de atender recomendações de vitamina E e de magnésio, dois nutrientes mais comumente deficientes na alimentação pode ser amenizada com o consumo moderado de oleaginosas. Por serem alimentos com alta densidade energética, elevado teor de fibras e proteínas, baixo índice glicêmico levam ao aumento da saciedade e não promovem significativo ganho de peso.

Considerando as evidências acima, as vitaminas e minerais contidas contribuem para efeito positivo do consumo de oleaginosas para saúde.

A castanha do Pará, pode ser tóxica?

castanha-do-para1

A castanha-do-Brasil, popularmente conhecida como castanha-do-Pará, é a maior fonte alimentar do mineral selênio,  este fundamental para saúde da tireóide, pele e cabelos. Além disso, exerce papel importante no controle dos radicais livres e  bom funcionamento do sistema imunológico.

A ingestão entre uma a duas castanhas por dia, supre a necessidade diária de selênio para um individuo adulto, porém estudos indicam que o alto consumo de castanha do pará pode expor o indivíduo aos riscos da intoxicação por alto teor de selênio e elevada ingestão calórica.

Sempre consuma as oleaginosas in natura (sem sal), combinando com frutas para diminuir o índice glicêmico da mesma e nutrir ainda mais a sua refeição. Sabe-se que nenhum componente das oleaginosas pode responder isoladamente pelo seus efeitos, ou seja, é necessário acompanhamento individualizado para otimizarem seus impactos na saúde.

Category:
  Dicas
this post was shared 0 times
 200