Nosso propósito

Por que existimos?

Para ajudar você a alcançar a saúde ideal e o bem estar que merece através do tratamento direcionado para o que seu corpo precisa.

Acredito que saúde e bem-estar ao longo da vida são nosso direito de nascença. Poucos de nós sabemos em que momento perdemos a qualidade de vida e como recuperá-la. 

Na Clínica Luana Barbosa, tenho o compromisso de ajudá-lo a alcançar a saúde ideal usando uma abordagem da nutrição funcional que tem respaldo científico do Institute for Functional Medicine.

Eu te convido a dar um passo em um novo mundo – um mundo de possibilidades, de boa saúde e felicidade; um mundo onde você tem as ferramentas para cuidar da sua própria saúde.

O seu novo tempo pode começar agora, se você quiser, é claro. Já notou que muitas vezes achamos que “temos que” fazer algo acontecer ou mudar com uma pressão que cá entre nós, muitas vezes vem de fora?  

Cada um escolhe o que quer ou como quer “viver”, quem falou que todos querem o mesmo tipo de vida? o mesmo corpo? e ainda, passar pelas mesmas técnicas? 

Quando você tira esse peso de “obrigação” e encontra o seu “porquê” relacionado a autocuidado, em melhorar sua alimentação, sua saúde e seus hábitos, a motivação para agir vem de dentro. O nome disso é motivação intrínseca.

A virada de chave é você aprender a força que tem quando sabe a diferença entre: o que vai fazer por obrigação e o que vai fazer por um desejo, ou seja, por que quer. Clareou ai? 🙂

 

VISÃO FUNCIONAL: A MINHA PAIXÃO

O que é nutrição funcional?

1.

Cuidado centrado no paciente

O foco da Nutrição Funcional está no cuidado centrado no paciente, na individualidade e características únicas dele, promovendo a saúde como uma vitalidade positiva. Ao ouvir o paciente e aprender sobre a sua história, o nutricionista funcional traça o plano inicial que atenda às necessidades exclusivas do indivíduo, naquele momento e fase da sua vida.

2.

Abordagem baseada na ciência

Os Nutricionistas Funcionais vão além pela complexa teia de inter-relações metabólicas na história, fisiologia e estilo de vida do paciente que pode levar à doença. Considerando os exames bioquímicos relacionados à avaliação de nutrientes, utilizando sempre o rastreamento metabólico juntamente com fatores internos que afetam o funcionamento do organismo.

3.

Integrando as melhores práticas

A Nutrição Funcional foca na prevenção e no estágio de saúde ótimo ao invés de comum. Na prática você terá o plano alimentar com os alimentos que seu organismo necessita acompanhando sua fase de vida atual. E quando necessário, principalmente no início, teremos combinações de nutrientes estratégicos para as queixas relatadas no acompanhamento.

LEMBRETES COM CLAREZA ✨

Por que precisamos da nutrição funcional?

01.

Aumento de pessoas que sofrem de doenças crônicas e autoimunes

Nossa sociedade está passando por um grande aumento no número de pessoas que sofrem de doenças crônicas complexas, como diabetes, doenças cardíacas, doenças mentais e doenças autoimunes, como a artrite reumatóide, lúpus, espondilite anquilosante etc.

03.

O sistema tradicional de dietas prontas

Tomemos cuidado com isso porque existe um sistema de dietas prontas, focando apenas na parte comercial e lucrativa.
É real e é triste esse cenário.
A dieta de “gaveta”comumente conhecida é distribuída com muita facilidade sem que você perceba que é puro “copy”.  

02.

A abordagem da nutrição carece de ferramentas

Infelizmente, algumas abordagens da nutrição carece de ferramentas adequadas para prevenir e tratar doenças crônicas mais complexas. Não levando em consideração a individualidade bioquímica de cada indivíduo, os aspectos do estilo de vida atual que tem influencia direta no aumento das doenças crônicas.

04.

Práticas desatualizadas e engessadas

A nutrição é uma área “viva”. É essencial encarar o cenário atual que vivemos hoje (ex: covid-19), certamente vamos atender muitos pacientes que tiveram essa doença e precisam de nós. Outra alerta é não entender que para cuidar da massa muscular, recomenda-se o cuidado do intestino. Sem esse olhar, você está em uma conduta ultrapassada de 15 anos atrás. É o que dizem os estudiosos e PhD em nutrição e saúde. 
 

Aquele insight que te desperta.

Entenda as 7 chaves para o equilíbrio e bem estar, além da alimentação

Modulação do estresse

O cortisol é um grande marcador de saúde e gatilho para aumento do peso.
Já parou pra pensar que a sua mente está sempre presa em estresse (trânsito, privação de sono, problemas pessoais, trabalho, pandemia?) esse estresse continuo junto com uma má alimentação ou infecções ou cirurgias, vai se somando e precisa de atenção.
 
O excesso de cortisol causa disbiose, aumento de peso, atrapalha o sono, piora a falta de concentração e o por outro lado o cortisol muito baixo, é como se você estivesse com um tanque de combustível vazio e sem fabricar energia.

Controle da inflamação e sistema imune

Quando o sistema imunológico se desequilibra, a inflamação pode se intensificar. Conforme você começa a eliminar os alimentos que o seu organismo é mais sensível, você para de abastecer a "fogueira" interna.
Ao parar de jogar gasolina no fogo, você reduz a intensidade da inflamação e diminui a cascata inflamatória.
 
Todos nós temos um elo frágil no organismo, não importa onde quer que seja o seu elo fraco, é ali que a inflamação impactará. Esse elo fraco pode ser o motivo de você ter uma sensação de não se sentir bem. Talvez seja o peso, talvez a memória. Talvez sejam as juntas ou a tireóide. O elo frágil é onde você se sente "enfermo". A forma mais eficiente de tratar inflamação é evitando alimentos que te fazem mal ou provocam reação imunológica. 
 
 

Regulação hormonal e de neurotransmissores 

Nosso organismo é diretamente influenciado pelo estresse emocional. Visto que o estresse aumenta a formação de cortisol, essa ação tem impacto diretamente no intestino, com alteração da microbiota intestinal.     

 

Essa alteração levará à diminuição de neurotransmissores como a serotonina, piorando o estado de humor desse paciente que já se encontra totalmente alterado. Precisamos  parar de seguir em frente ás cegas, pensando que estamos "bem". É necessário aprender a cuidar do nosso corpo.

 

Saúde intestinal e digestiva

A saúde intestinal ideal tornou-se um foco proeminente na saúde do século XXI. As ligações entre doenças crônicas e um microbioma desequilibrado continuam crescendo. Nosso intestino está no centro de nossa saúde. 

 

Uma má alimentação leva ao declínio da função digestiva, que pode ser ocasionado por um supercrescimento de fungos e bactérias, levando ao quadro de disbiose intestinal e produção de endotoxinas (LPS) que aumentam a permeabilidade do intestino e que comprometem a função imune intestinal, como, por exemplo, a produção de hormônios de saciedade nesse órgão. 

 
 

Desintoxicação

A desintoxicação é a forma de como nossos corpos se livram dos resíduos. Se as toxinas se acumularem, podemos ficar doentes. A chave passa a ser: descobrir como aumentar a capacidade do nosso corpo de desintoxicar e eliminar as toxinas. Dependemos de muitos nutrientes para que esse processo aconteça.
 
Destoxificação é qualquer processo biológico que busque a eliminação de substâncias tóxicas. Ocorre em todas as células, mas principalmente em fígado, intestino, pulmões, epitélio nasal, rim, cérebro, células imunológicas, adrenais e placenta.  
 

Sono reparador e de qualidade

Depois da respiração o sono é o comportamento mais característico da nossa existência. Você acha que dormiu o suficiente nesta última semana que passou? Consegue se lembrar da última vez em que acordou sem ajuda de um despertador se sentindo revigorado sem ajuda de cafeína? 
Uma semana de sono inadequado abala o sistema imunológico, altera os níveis de açúcar no sangue, aumenta o seu apetite por alimentos mais calóricos e etc. 
 
O prejuízo físico e mental causada por uma noite de sono ruim é muito maior do que os causados por uma falta de alimento ou de exercício físico. O sono é a reparação mais poderosa da saúde física e mental em todos os tipos de análise. 

Otimização muscular 

Que o músculo esquelético é essencial, já sabemos né?  Mas, além das questões estéticas e de locomoção, podemos destacar também outras funções importantes do músculo: equilíbrio da glicose e insulina, aumento da taxa metabólica basal, melhora da função hepática, do sono e intestinal.
 
O exercício promove muitos benefícios, como efeitos preventivos e terapêuticos sobre uma variedade de distúrbios crônicos como diabetes, dislipidemias, hipertensão, obesidade, doenças cardiovasculares e pulmonares, doenças relacionadas a músculos, ossos e articulações, câncer e depressão. Muitas dessas doenças têm uma ligação comum com inflamações crônicas e produção de espécies reativas de oxigênio. 

A atividade física regular (treinamento) é um importante fator na prevenção e no tratamento de doenças cardiovasculares. Tão pouco como 30 min diários de atividade física de intensidade moderada, incluindo caminhada rápida, reduz a incidência de eventos cardiovasculares clínicos em homens e mulheres. 

Sobre a Clínica Luana Barbosa

Um projeto alinhado com o meu propósito

A Clínica Luana Barbosa tem os princípios da Nutrição Funcional. Ou seja, a individualidade bioquímica única de cada um, o tratamento centrado no paciente, o equilíbrio nutricional e biodisponibilidade de nutrientes, priorizando a saúde como vitalidade positiva e para a melhora das suas queixas atuais. 

 

A clínica foi criada para ser um espaço seguro, oferecendo nutrição centrada no paciente, não centrada na doença, um lugar onde as pessoas podem recuperar sua saúde e encontrar acesso de informações que ainda não foram incorporadas aos cuidados  convencionais.

 

A Luana assumiu como missão encontrar as melhores práticas e cuidados dentro da Nutrição Funcional já que ela atesta todo dia que: a alimentação transforma, começando por ela mesma há 6 anos atrás, que foi sua própria paciente transformada. 

O que os pacientes dizem ✨

Conheça sobre a minha entrega

Aqui você pode avaliar, com base em depoimentos de quem já embarcou nessa jornada semanal antes. Inclusive, gostaria de agradecer novamente a eles,por escrever a experiência com tanta generosidade.

Luana Barbosa
Posted by Luana Barbosa
19 de junho de 2021

Sem crises de rinite e a melhora na qualidade do sono - Lyon Oliveira

Ao longo de 30 dias, tivemos a oportunidade de cuidar do...

Luana Barbosa
Posted by Luana Barbosa
18 de dezembro de 2020

A melhor experiência em consulta - por Paolla Lara

Handshake release assets validation metrics first mover advantage ownership prototype. Handshake scrum...

VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO (A) NESSA.

Eu te ajudo

Todos os dias uma nova e diferente missão nos atendimentos, uma página em branco com uma história única de alimentação e saúde do outro lado.

Existe um embasamento muito claro de que todas as doenças do corpo humano são multifatoriais, e é preciso de uma teoria coerente para compreender como todos os fatores se encaixam.

A Nutrição Clínica Funcional compreende a interação entre todos os sistemas do corpo, enfatizando as relações que existem entre a bioquímica, a fisiologia e os aspectos emocionais e cognitivos do organismo.

Um dos princípios é rastrear os sintomas, sinais e características de cada paciente e relacionar com a carência ou excesso dos nutrientes.

A conduta é baseada no questionário de rastreamento metabólico traduzido dos EUA, de acordo com características únicas do paciente. Com base nisso, corrigimos os excessos ou falta de nutrientes para que todo no organismo funcione da melhor maneira possível.  

Muitas pessoas pensam que são saudáveis quando vão ao médico e todos seus exames estão “adequados”.

Será que são saudáveis mesmo? que dormem bem? Tem um bom humor? que tem uma digestão perfeita? será que o seu cabelo não está tendo uma queda, por falta de nutrientes?  Quando avaliamos esses sinais e sintomas é visível que muitas pessoas não são saudáveis. 

Essa é a premissa da Nutrição funcional. 

 

Outro princípio é trabalhar no diagnóstico de hipersensibilidades alimentares tardias. Não é simplesmente tirar leite, ovos, glúten, soja de todos indivíduos e sim fazer uma avaliação criteriosa para garantir a saúde daquela pessoa.

Não pensamos em tratar a doença e sim tratar as causas vindas de um desequilíbrio orgânico interno.

Ex: uma paciente mulher com SOP (síndrome do ovário policístico) –  Nós da nutrição funcional, aplicamos nessa situação, por exemplo, quais alimentos ela deve ou não consumir para tratar a causa que é a resistência à insulina. 

Todos os sistemas do nosso organismo estão interligados

Acredito que te enviar um plano alimentar “genérico” não é o suficiente para promover transformação de estilo de vida. 

Uma única conduta não serve de tratamento para todos, e me esforço para fornecer os cuidados nutricionais individualizados da mais alta qualidade a todos os meus pacientes. Ou seja, ofertar aquilo que o organismo dele(a) precisa naquele momento, porque estamos em constante mudança, o tempo todo.

E como descobrimos o que é ideal para o paciente?

Por meio de sinais e sintomas preenchidos via questionário de rastreamento metabólico traduzido do Instituto de Medicina Funcional. Nós, nutricionistas funcionais temos permissão concedida para uso pelo Institute for Funtional Medicine,(www.functionalmedicine.org).
Além de exames de sangue atualizados em mãos, para levar em consideração a interconexão de todos os sistemas fisiológicos do nosso organismo. Tudo se conecta. Abaixo, fatores que dependem da nutrição: 

— Artrite

— Performance esportiva

— Saúde do cérebro

— Doenças autoimunes 

— Ativação dos processos de destoxificação

— Modulação do sistema hormonal 

— Obesidade

— Sono / Insônia

— Correção de desequilíbrios nutricionais

— Distúrbios digestivos 

— Alergias e sensibilidades alimentares tardias

— Envelhecimento saudável

Peso e metabolismo saudável (não defendo a apologia pela magreza excessiva)

— Suporte cardíaco e cardiovascular

— Modulação do sistema inflamatório

Vamos juntos

Um novo estilo de vida

Aquele despertar de dentro pra fora, que chega na hora certa. Que tal agora? E se eu te contasse que você já tem tudo o que precisa para começar, você já sabe, não é?

Você, é o seu maior recurso e se estiver pronto para melhorar os seus hábitos diários, disposto para aprender e comer melhor, me conte no botão abaixo como eu posso ajudá-la(o).